Origens Históricas das Políticas de Formação de Professores no Brasil (1823-1874)

Paulo Sergio Marchelli

Resumo


Este artigo tem como foco temático a discussão sobre as origens das políticas de formação de professores no Brasil que se deram ao longo do Período Colonial. Utiliza-se o método da pesquisa histórica realizada com base na análise de fontes primárias sobre as escolas de primeiras letras e as escolas normais criadas à época, valendo-se de contraposições críticas a textos contemporâneos sobre o tema contemplado. O estudo resulta na proposta de uma revisão dos marcos históricos do campo e conclui que somente há coerência em considerar uma política educacional como propriamente voltada para a formação de professores quando a questão curricular para tal propósito estiver posta explicitamente.

Palavras-chave


História da Formação de Profesores; Escolas de Primeiras Letras; Escolas Normais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2017.29394

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - B1 - Educação
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional