TENSÕES ENTRE POLÍTICAS, CURRÍCULOS E EXPERIÊNCIAS INCLUSIVAS NA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES EM SÃO GONÇALO.

Anelice Ribetto, Gilcelia Coelho

Resumo


Este texto tem como finalidade apresentar resultados do Projeto de Pesquisa que leva o nome do artigo e que teve três objetivos:   primeiro, analisar o currículo do Curso de Pedagogia da FFP da UERJ e problematizar as lógicas e sentidos produzidos pelo mesmo com referência ao campo da Educação Especial na Formação dos Professores, especificamente dos pedagogos. Segundo, cartografar práticas de professores egressos do mesmo Curso que trabalhassem em escolas regulares com alunos com deficiências para tornar visível e enunciar os efeitos e experiências que relacionam  a formação inicial e continuada com os desafios da inclusão no cotidiano escolar. O terceiro objetivo foi analisar e intervir no processo formativo de alunos que participaram do Subprojeto PIBID/CAPES/UERJ do Curso de Pedagogia da FFP, a traves dos projetos direcionados ao estudo das diferenças em educação tensionando os achados de pesquisa de campo com elementos teóricos e políticos do próprio Curso.

DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2017.28796


Palavras-chave


educação especial; formação de professores;curso de pedagogia

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - B1 - Educação
DOI: 10.12957/teias

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional