EDUCAÇÃO INFANTIL, MÍDIAS DIGITAIS E PRÁTICAS EDUCATIVAS: CAMINHOS CRUZADOS, POSSÍVEIS DIÁLOGOS

Fernanda Câmpera Clímaco, claudio marcio magalhaes

Resumo


É possível interagir mídias digitais com a Educação Infantil? O presente artigo tem por objetivo discutir e problematizar à utilização das mídias digitais nas práticas educativas direcionadas a esse segmento. Analisou-se de quais maneiras as mídias podem ser incluídas nas propostas pedagógicas das instituições educativas, de forma a viabilizar a articulação entre tecnologias e práticas de ensino. Para tanto, utilizou-se a pesquisa bibliográfica e documental, a partir do levantamento de textos acadêmicos e análise de leis e documentos sobre as políticas públicas voltadas para a Educação Infantil no Brasil e no município de Belo Horizonte. As principais conclusões apontam possíveis caminhos para a reflexão dos temas  abordados. Acredita-se que, dessa maneira, iniciam-se rupturas, reflexões, novas práticas educativas e, enfim, o diálogo com a linguagem digital.

DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2017.28010


Palavras-chave


Educação Infantil. Currículo. Linguagem Digital. Mídias Digitais.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - B1 - Educação
DOI: 10.12957/teias

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional