A “MUDANÇA DE FIGURA”: PROPOSIÇÕES PARA “MUDAR UM PAÍS”?

Mariana Luzia Corrêa Thesing, Fabiane Adela Tonetto Costas

Resumo


Este texto discute as proposições apresentadas no Documento Base (BRASIL, 2016a) com Orientações para os Cursos de Formação de Professores nas áreas de Didática, Metodologias e Práticas de Ensino e na nova Política Nacional de Formação dos Profissionais da Educação Básica (Decreto nº 8.752/2016). A partir de uma pesquisa documental, evidencia-se a proposição de uma reformulação nos cursos de formação inicial de professores fundada em conhecimentos de natureza didático-metodológica, com primazia na competência pelo saber fazer. Os documentos revelam a perda de direitos profissionais e a reconfiguração de seus processos formativos – em que há a secundarização de elementos fundantes à formação docente, voltados à formação político-pedagógica desses profissionais.

 

DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2017.27850


Palavras-chave


Formação de Professores; Currículo; Políticas Educacionais.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - B1 - Educação
DOI: 10.12957/teias

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional