DETECÇÃO DOS GENES mecA e seh DE Staphylococcus sp. ISOLADOS DE AMOSTRAS DE ALIMENTOS, SUPERFÍCIES E UTENSÍLIOS DE UMA COZINHA INDUSTRIAL DO RIO DE JANEIRO

Paula Lisbôa Nascimento, Juan Pinheiro de Oliveira Martinez

Resumo


Os Staphylococcus são micro-organismos cada vez mais associados a intoxicações alimentares. Este trabalho teve como objetivo determinar a prevalência e detectar fatores de virulência e resistência de Staphylococcus spp. isolados de amostras de alimentos, dos utensílios e superfícies de manipulação de uma cozinha industrial de uma rede de supermercados do Rio de Janeiro, e analisar a presença de genes codificadores da enterotoxina estafilocócica H (seh) e de resistência a antimicrobianos (mecA). Foram coletadas 50 amostras entre janeiro e março de 2016. Após o isolamento, foram realizadas a caracterização das amostras através de identificação em nível de espécie dos isolados por MALDI-TOF MS, a identificação dos genes seh e mecA, pelo método de reação em cadeia da polimerase (PCR). Das 50 amostras analisadas, 45 (90%) foram positivas para presença de Staphylococcus sp. 41 amostras eram pertencentes ao gênero, 37 das quais foram identificadas em nível de espécie, sendo 40 amostras Staphylococcus coagulase-negativas (SCN) e uma coagulase-positiva (SCP). A identificação das espécies pela técnica de MALDI-TOF MS demonstrou ser acurada. O gene seh fora detectado em uma amostra de SCN (S. saprophyticus) isolada de fatiadora de frios. Quando realizada a técnica de PCR para a detecção do gene mecA nas 41 estirpes obtidas de Staphylococcus sp., 6 amostras de alimentos e 7 amostras de superfícies foram positivas. Conclui-se que os SCN se encontram disseminados no ambiente e precisam ter maior atenção no que diz respeito a sua detecção em alimentos.

DOI: 10.12957/demetra.2017.26426

 


Palavras-chave


Staphylococcus. Contaminação de Alimentos. Espectrometria de Massas. Resistência à Meticilina. Toxinas Bacterianas.

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

.......................................................

 

FONTES DE INDEXAÇÃO

 

Journals for Free | Free Medical JournalsIBICT SEER | LATINDEX | DOAJROADDRJI | OAJI | OJS | DIADORIM | PERIÓDICA | EBSCO | GALE | PERIÓDICOS CAPESGOOGLE SCHOLAR | REDIB

 

e-ISSN: 2238-913X